2018 - Todos os direitos reservados para MY GROWLER COMÉRCIO ELETRÔNICO LTDA - ME.

Atitude 02: Agradeça aqueles que se profissionalizaram para criar e servir a cerveja

July 30, 2019

 

 

A cerveja é, de longe e há anos, a bebida alcoólica mais consumida no Brasil. Segundo dados da Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), este novo mercado também é promissor. Em dez anos, o País foi de 70 para 700 cervejarias, fora as que não possuem registros. Somente no ano passado, surgiram 210, praticamente uma a cada dois dias (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento/MAPA). Com este mercado, nasce também um novo conceito, aqueles que valorizam o consumo local e a qualidade da produção em pequena escala.

 

O crescimento das bebidas artesanais tornou o negócio viável para qualquer entusiasta, inclusive, muitas pessoas já fabricam sua própria cerveja em casa. Mas acredite, não é fácil não! Para o SEBRAE, antes de ingressar na área, deve-se conhecer a fundo a metodologia por trás da elaboração, pois a qualidade e a criatividade são os seus grandes diferencias. Sabendo do perfil exigente dos consumidores, é necessário investir em artigos que proporcionem experiências sensoriais diferenciadas.

 

Como qualquer mercado, o cervejeiro também teve que se profissionalizar. Para isso, surgiram mais de uma área de atuação:

 

- O sommelier de cerveja: é o profissional responsável por auxiliar e aconselhar o cliente na escolha da bebida, de modo a oferecer ao consumidor uma vivência completa na hora da degustação. Ele precisa conhecer a história da bebida, suas matérias-primas, os processos de fabricação e os estilos de cerveja, além de entender as características e os aspectos sensoriais de cada uma. O especialista também compreende seu uso na gastronomia.

 

- O mestre cervejeiro: A criação de uma cerveja é a responsabilidade do mestre cervejeiro. Ele precisa conhecer e dominar todas as etapas do processo produtivo da bebida, afinal, é ele quem vai selecionar e combinar os ingredientes necessários para a elaboração da receita e acompanhar a sua produção. Além disso, deve manter o padrão de qualidade de uma cervejaria, garantindo que o produto saia da fábrica com o mesmo sabor, aroma e característica.

 

- Técnico cervejeiro: Já a fabricação do rótulo fica por intermédio do técnico cervejeiro. O especialista tem os conhecimentos necessários sobre a criação da bebida, podendo atuar tanto na indústria, quanto em cervejarias e microcervejarias. Toda responsabilidade técnica envolta na elaboração do rótulo é assinada por um engenheiro (químico, de alimentos ou produção). Este profissional acompanha e estuda as etapas da maltagem, moagem, brasagem, fermentação, maturação e envase, de modo a garantir que o resultado final seja de qualidade.

 

- Os profissionais que servem a nossa amada cerveja: Atualmente existem cursos gratuitos de capacitação e reciclagem dos garçons para melhor atender o público cervejeiro. São ensinadas técnicas para promover simpatia no serviço, conhecimento sobre as marcas e estabelecimentos. Isso traz vantagens para o profissional, que entende a demanda do mercado, e também para os clientes e donos dos bares, que ganham com o atendimento diferenciado. 

 

Então, agradeça por estes grandes profissionais que dedicam tempo e estudos para composição das excelentes variedades que atualmente encontramos à venda. O reconhecimento deste trabalho gera uma corrente positiva, transformadora e benéfica para o setor.

 

Informações à imprensa:

Ana Paula Favaron/ Roberta Santo

(11) 3294-8621/ 96473-9225

anapaula@afontecomunica.com.br

 

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload