A Educação Ambiental tem o poder de transformar sociedades e culturas


Nestes últimos dias, abordamos em nossas redes sociais alguns dados preocupantes, referente a produção e consumo de plástico e o descarte incorreto destes resíduos.

E como podemos mudar isso? Através de práticas mais sustentáveis. E não podemos falar sobre isso, sem abordar os conceitos de Desenvolvimento Sustentável e Educação Ambiental.

A definição mais aceita para desenvolvimento sustentável é o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações. É o desenvolvimento que não esgota os recursos para o futuro. Essa definição surgiu na Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, criada pelas Nações Unidas para discutir e propor meios de harmonizar dois objetivos: o desenvolvimento econômico e a conservação ambiental.

Para ser alcançado, o desenvolvimento sustentável depende do planejamento e do reconhecimento de que os recursos naturais são finitos. Esse conceito representou uma nova forma de desenvolvimento econômico, que leva em conta o meio ambiente.

Através de uma educação ambiental podemos aplicar o conceito de desenvolvimento sustentável, educar as pessoas de como ter um consumo consciente e mostrar a importância do tema. Estarmos cientes do nosso papel no mundo. Todos estamos compartilhando o mesmo Planeta e temos o dever de cuidar dele. A educação ambiental tem o poder de transformar sociedades e culturas.

A educação ambiental nasceu com o objetivo de gerar uma consciência ecológica em cada ser humano, desenvolver um conhecimento que permitisse mudar o comportamento para priorizar a proteção da natureza. Com a missão de promover a conexão entre as pessoas e a natureza, despertando a percepção dos temas que impactam o ambiente, a educação ambiental estimula a tomada de ações com foco na preservação e na sustentabilidade.


O seu papel enquanto consumidor/indivíduo/cidadão nessa jornada impacta as próximas gerações. Vamos te ajudar a compreender o conceito e a despertar o seu lado sustentável.


Confirmando a relevância do tema para o futuro da humanidade, em setembro de 2018, o Secretário Geral das Nações Unidas, António Guterres, lançou uma estratégia que busca envolver quase 2 bilhões de jovens para promover um mundo justo e sustentável por meio da educação ambiental. Esse esforço objetiva preparar os tomadores de decisão do futuro para a saúde do planeta.

A educação ambiental tem espaço em todos os locais onde se possa extrair e comunicar conhecimento relevante para a preservação e conservação do meio ambiente de forma sustentável. Válida para qualquer país ou cultura, a matéria tem sido foco de debates e objeto de interesse por todas as classes sociais.


São princípios básicos da Educação Ambiental:


I – o enfoque humanista, holístico, democrático e participativo.

II – a concepção do meio ambiente em sua totalidade, considerando a interdependência entre o meio natural, o socioeconômico e o cultural, sob o enfoque da sustentabilidade.

III – o pluralismo de ideias e concepções pedagógicas, na perspectiva da inter, multi e transdisciplinaridade;

IV – a vinculação entre a ética, a educação, o trabalho e as práticas sociais;

V – a garantia de continuidade e permanência do processo educativo;

VI – a permanente avaliação crítica do processo educativo;

VII – a abordagem articulada das questões ambientais locais, regionais, nacionais e globais;

VIII – o reconhecimento e o respeito à pluralidade e à diversidade individual e cultural.


O desenvolvimento da preocupação com o Meio Ambiental, é o primeiro passo para a ação, e existe espaço para todos trabalharem por essa causa.


Se envolva, estude, crie e compartilhe conhecimento, seja um membro ativo na sociedade!

Se cada um de nós fizermos a nossa parte, o efeito será positivo para o tempo presente e para as gerações futuras.


.


My Growler



Vamos juntos?

Vem para o movimento. Beba a liberdade. Viva Lá Revoluciòn!

51 visualizações0 comentário